Pular para o conteúdo principal

Entrevista com a autora nacional, Milena Cavalcanti



Hoje estou trazendo uma entrevista com a autora Milena Cavalcanti, aqui ela conta sobre seus gostos e seus desafios, bem como suas obras e como adquiri-las! Apoie a literatura brasileira! Compartilhe esta entrevista!




O que lhe impulsionou a começar na escrita?

A leitura, sou uma leitora compulsiva, adoro ler, então após ler diversos livros, achei que poderia tentar, então comecei. Dizem que só precisamos dar o primeiro passo, não é? Foi assim, descobri que também amo escrever!


“Enquanto Houver Sol”, o primeiro volume de sua série é um romance erótico de arrancar suspiros, foi um desafio para você escrever as cenas mais picantes?

Nossa, totalmente. Escrever cenas de sexo não é tão fácil como muitos imaginam, pois na maioria das vezes não vivenciamos aquilo (como alguns podem achar), então temos que ter muita criatividade e ler muito para conseguirmos transformar tudo em palavras, e não deixar que se torne algo de baixo escalão.


Lara é uma mulher jovem, independente e trabalha como jornalista. Sua personalidade é muito forte e dentro de “Enquanto Houver Sol” os leitores podem facilmente vizualizar isso. Você se inspirou em alguém para compor a personagem?

A Lara tem um pouco de mim, ou do que eu desejo ser. Como foi meu primeiro trabalho, eu acho que não consegui separar os dois papéis, Milena e Lara, mas fico feliz, pois a Lara é tudo que eu não sou, ou tudo que eu busco ser.


Ser escritora independente traz muitas lutas para o tão sonhado livro em mãos. Pode contar um pouquinho como  foi seu lançamento no mercado literário?

Com muita ajuda. Meu marido e meus pais foram meus anjos, eles me ajudaram com TUDO. Graças a Deus pelas pessoas que Ele colocou ao meu redor, pois graças a essas pessoas que pude lançar meu livro, e dentro de uma bienal. Não poderia ter sido mais feliz. É difícil, por ser caro, mas com ajuda a gente consegue.


Você tem novos projetos em mente para a série “Enquanto Houver Sol”, bem como outras obras? 

Tenho dois contos já publicados que estão sendo vendidos na AMAZON, um conto que será publicado ainda, já está prontinho. E, por fim, meu novo livro, Decisões (In)corretas que estou publicando no WATTPAD.



Quais obras lhe inspirou para a escrita romântica?

Meus livros favoritos que são “Os segredos de Emma Corrigan”, a trilogia de “Cinquenta Tons de Cinza” e os livros da Silvia Day.
Queria conseguir escrever como a Sophie Kinsella, ela com certeza é minha autora preferida, ela escreve comédias românticas de forma exemplar. Não consigo descrever seus livros. Amo todos, tenho todos e sonho um dia conhecê-la.


Se pudesse viver um romance que escreveu, qual seria e por quê?

Acho que Enquanto Houver Sol, com certeza é um romance que eu gostaria para mim, porém Decisões (In)corretas também tem uma linda história por trás, por ser totalmente diferente de mim, essa história me encanta.


Para diversão, vamos fazer um jogo. Eu lhe dou algumas opções ou palavras e você responde com coisas que mais gosta!

Um filme: Um amor para recordar.
Uma série: Grey's Anatomy e Friends.
Uma música: Palpite
Cinema ou Netflix? Os dois.
Um livro: Os segredos de Emma Corrigan e Samantha Sweet: Executiva do lar.
Um amor: Meu marido
Uma frase: “O essencial é invisível aos olhos”.
Um ator: Chris Evans
Uma atriz: Julia Roberts




REDES SOCIAIS




SOBRE A AUTORA



Milena M. Cavalcanti tem 29 anos, advogada por profissão e escritora por vocação, residente na cidade do Rio de Janeiro, casada e romântica por natureza.







Paula M. C. Basílio
blogueira e autora

Conheça no:








Livro físico - comente abaixo

Comentários

Postagens mais vistas

Resenha: The Roman - Sylvain Reynard

LANÇAMENTO: 06/12/2016
TÍTULO: THE ROMAN
GÊNERO: FICÇÃO, THRILLER, ROMANCE
AUTOR: SYLVAIN REYNARD
NÚMERO DE PÁGINAS: 300
EDITORA: EVERAFTER ROMANCE
IDIOMA: INGLÊS



SINOPSE
Raven e sua irmã, Cara, estão à mercê de um pequeno destacamento de vampiros florentinos, que estão entregando-as como uma oferta de paz para a temida Curia em Roma. Embora não tenha certeza de que William sobreviveu ao golpe que derrubou seu principado, Raven está determinada a proteger sua irmã a qualquer custo, mesmo que isso signifique desafiar Borek, o comandante do destacamento. Em um esforço para impedir que Raven caia nas mãos de seus inimigos, William se põe à mercê do romano, o perigoso e misterioso rei vampiro da Itália. Mas o romano não é o que ele espera ... Alianças e inimizades mudarão e se fundirão quando William luta para salvar a mulher que ama e seu principado, sem mergulhar a população de vampiros numa guerra mundial. Esta conclusão impressionante para a série florentina terá leitores em toda a Itália e além …

Review: The Roman - Sylvain Reynard

RELEASE DATE: DECEMBER 6TH
TITLE: THE ROMAN
GENRE: FICTION, ROMANCE, THRILLER
AUTHOR: SYLVAIN REYNARD
PAPERBACK: 300 PAGES
PUBLISHER: EVERAFTER ROMANCE
LANGUAGE: ENGLISH




SYNOPSIS
Raven and her sister, Cara, are at the mercy of a small detachment of Florentine vampyres, who are delivering them as a peace offering to the feared Curia in Rome.
Though she’s unsure William survived the coup that toppled his principality, Raven is determined to protect her sister at all costs, even if it means challenging Borek, the commander of the detachment.
In an effort to keep Raven from falling into the hands of his enemies, William puts himself at the mercy of the Roman, the dangerous and mysterious vampyre king of Italy. But the Roman is not what he expects …
Alliances and enmities will shift and merge as William struggles to save the woman he loves and his principality, without plunging the vampyre population into a world war. This stunning conclusion to the Florentine series will take readers across Italy and…

Entrevista com o fenômeno literário, J. A. Redmerski

Hoje o blog recebe uma das autoras mais vendidas ao redor do mundo, ocupando o primeiro lugar na lista dos jornais The New York Times, USA Today e Wall Street Journal. Suas obras já foram traduzidas para mais 20 idiomas! Aqui ela bate um papo comigo sobre algumas novidades para os fãs, inspirações para a sua escrita e muito mais!



Seus trabalhos têm sido traduzido em mais de vinte idiomas. Wow, isso é definitivamente grande! Você já imaginou chegar onde está agora?
Eu sempre sonhei isso, mas eu realmente nunca imaginei o sucesso – é algo surpreendente e arrebatador!

Por que você começou a escrever? Você teve alguma inspiração por alguns autores e seus trabalhos?
Eu comecei a escrever aos 13 – romances, enfim; mas antes disso eu sempre estive escrevendo algo. Eu fui inspirada principalmente por autores como Anne Rice e Neil Gaiman, dois de meus autores preferidos.

Você tem planos para traduzir seus outros livros para o português aqui no Brasil?
Eu adoraria ter todos os meus livros traduzidos,…