Pular para o conteúdo principal

Resenha: A Cabana - William P. Young


Título: A Cabana
Autor: William P. Young
Gênero: Ficção 
Páginas: 248
Editora: Arqueiro



SINOPSE

Best-seller mundial, A cabana já vendeu mais de 4 milhões de livros no Brasil.
“Esta história deve ser lida como se fosse uma oração – a melhor forma de oração, cheia de ternura, amor, transparência e surpresas. Se você tiver que escolher apenas um livro de ficção para ler este ano, leia A cabana.” – Mike Morrell
Publicado nos Estados Unidos por uma editora pequena, A Cabana se revelou um desses livros raros que, a partir do entusiasmo e da indicação dos leitores, se tornam um fenômeno de público – com quase 20 milhões de exemplares vendidos no mundo – e de imprensa.
Durante uma viagem de fim de semana, a filha mais nova de Mack Allen Phillips é raptada e evidências de que ela foi brutalmente assassinada são encontradas numa velha cabana.
Após quatro anos vivendo numa tristeza profunda causada pela culpa e pela saudade da menina, Mack recebe um estranho bilhete, aparentemente escrito por Deus, convidando-o a voltar à cabana onde acontecera a tragédia.
Apesar de desconfiado, ele vai ao local numa tarde de inverno e adentra passo a passo o cenário de seu mais terrível pesadelo. Mas o que ele encontra lá muda o seu destino para sempre.
Em um mundo cruel e injusto, A cabana levanta um questionamento atemporal: se Deus é tão poderoso, por que não faz nada para amenizar nosso sofrimento?
As respostas que Mack encontra vão surpreender você e podem transformar sua vida de maneira tão profunda quanto transformaram a dele. Você vai querer partilhar este livro com todas as pessoas que ama.

CAPA
RESENHA
Falar sobre o livro "A Cabana" para mim é um desafio. Li esse livro recentemente e decidi fazer uma resenha sobre e também segundo a votação que os leitores do blog pediram. Prometo tentar ver o filme em breve! 
Bom, a história como você leu acima na sinopse, conta a história de Mack, um sujeito que perde sua fé após um drástico acontecimento mudar sua vida. Com isso, ele recebe uma carta que supostamente parece ser de Deus, para que se encontre na Cabana onde ele encontrou os últimos vestígios de sua filha.
À partir daí eu comecei a questionar minha própria fé. Sou católica e esse livro me fez ver a religião de outra forma. E se Deus fosse uma mulher? Além do questionamento da fé, ele questiona elementos como sociedade e sistemas. E devo ressaltar também a colocação de como a religião divide as pessoas, as nações. 
Explica que o próprio ser humano foi o culpado pela colocação desses sistemas dentro da humanidade e que nenhuma tragédia deve ser culpada em Deus. Por exemplo, por que Deus não salvou Missy, a filha de Mack, das mãos do serial killer? Pois tudo deveria ter acontecido como foi, não há como mudar a ordem das coisas, ou explicar como aconteceram e porquê. 
Quando eu li, fiquei com muita vontade de falar a todos o que eu tinha achado, é por isso que estou aqui. 
Mack quando está na Cabana esclarece muitas coisas da sua vida com"Papai"(Deus, ou como a esposa dele gostava de chama-lo). Ele passa por um julgamento e consegue tirar um grande peso de seus ombros. 
O final? O final é mega surpreendente, eu dei um berro na hora que eu li a última parte. O autor deixou de uma forma que Deus parecia tão real que quando eu olhei essa parte, eu caí na real. E percebi algumas coisas que a vida pode nos trazer. Respostas com o tempo. Pois, toda a tragédia com Mack tinha acontecido há quatro anos. Imagina? Por que demorou tanto tempo para Deus esclarecer tudo a ele?
Porque é preciso compreensão, entendimento, e sim, mente aberta. Você leitor, ao ler esse livro, mantenha sua mente aberta, só para deixar bem claro.
Eu me questionei e ainda me questiono sobre algo. Deus mandou uma carta para Mack, certo? Para se encontrar na Cabana onde tudo aconteceu. Acontece algumas coisas que aqui não cabe contar, e de repente, naquela última parte que eu acabei de falar, não fez tanto sentido. Ele foi mesmo à Cabana? Conseguiu mesmo chegar lá? (perguntas para quem leu). E se foi, qual elemento do texto te fez entender isso? 
Sinceramente depois do que aconteceu, eu fiquei confusa,  se algum leitor me xingar por eu não ter percebido alguma coisa, por favor, me perdoe e comente, pois, de verdade... Esse livro me deixou cheia de questões. 
Mas não é um ponto negativo no livro, é um ponto positivo! É por isso que eu disse no começo da resenha que esse livro me deixou cheia que questões sobre minha religião.
Será que Deus está entre nós? Será que ele usa faixa colorida na cabeça? Ou estou viajando?Viajei muito nesse livro, perdoe.
Mas, enfim... A justiça no final é feita. Em todos os sentidos. Basta ler e compreender. A vida em Deus pode ser mais complexa do que muitos imaginam. Não é apenas ir à Igreja e rezar, não é simplesmente estar lá Domingo. E os outros dias, você está em Deus?
Essa obra é uma das minhas favoritas nesse exato momento, pois além de ser uma ficção ela é baseada em fatos reais, onde Willie, o amigo de Mack é o autor, William Young.
Se você não tem religião, mesmo assim eu recomendo a leitura, não pela religião, mas pela discussão que é feita em cima da sociedade.
NOTA: 5/5

Espero que tenham gostado dessa resenha! Se tiver algum livro que eu resenhe, comente aí embaixo! Quem sabe seu livro favorito não aparece aqui?


SOBRE O AUTOR
William Paul Young é autor do best-seller internacional A cabana, com 18 milhões de exemplares vendidos no mundo, sendo mais de 4 milhões no Brasil. Ele nasceu no Canadá e foi criado pelos pais missionários em uma tribo indígena, nas montanhas da antiga Nova Guiné Holandesa. Sofreu       grandes perdas na infância e na adolescência, mas agora goza, juntamente com sua família, do que chama de um “esbanjamento de graça” na região noroeste dos Estados Unidos.







Paula M. C. Basílio
blogueira e autora

Conheça no:






Livro físico - comente abaixo

Comentários

Postagens mais vistas

Resenha: The Roman - Sylvain Reynard

LANÇAMENTO: 06/12/2016
TÍTULO: THE ROMAN
GÊNERO: FICÇÃO, THRILLER, ROMANCE
AUTOR: SYLVAIN REYNARD
NÚMERO DE PÁGINAS: 300
EDITORA: EVERAFTER ROMANCE
IDIOMA: INGLÊS



SINOPSE
Raven e sua irmã, Cara, estão à mercê de um pequeno destacamento de vampiros florentinos, que estão entregando-as como uma oferta de paz para a temida Curia em Roma. Embora não tenha certeza de que William sobreviveu ao golpe que derrubou seu principado, Raven está determinada a proteger sua irmã a qualquer custo, mesmo que isso signifique desafiar Borek, o comandante do destacamento. Em um esforço para impedir que Raven caia nas mãos de seus inimigos, William se põe à mercê do romano, o perigoso e misterioso rei vampiro da Itália. Mas o romano não é o que ele espera ... Alianças e inimizades mudarão e se fundirão quando William luta para salvar a mulher que ama e seu principado, sem mergulhar a população de vampiros numa guerra mundial. Esta conclusão impressionante para a série florentina terá leitores em toda a Itália e além …

Review: The Roman - Sylvain Reynard

RELEASE DATE: DECEMBER 6TH
TITLE: THE ROMAN
GENRE: FICTION, ROMANCE, THRILLER
AUTHOR: SYLVAIN REYNARD
PAPERBACK: 300 PAGES
PUBLISHER: EVERAFTER ROMANCE
LANGUAGE: ENGLISH




SYNOPSIS
Raven and her sister, Cara, are at the mercy of a small detachment of Florentine vampyres, who are delivering them as a peace offering to the feared Curia in Rome.
Though she’s unsure William survived the coup that toppled his principality, Raven is determined to protect her sister at all costs, even if it means challenging Borek, the commander of the detachment.
In an effort to keep Raven from falling into the hands of his enemies, William puts himself at the mercy of the Roman, the dangerous and mysterious vampyre king of Italy. But the Roman is not what he expects …
Alliances and enmities will shift and merge as William struggles to save the woman he loves and his principality, without plunging the vampyre population into a world war. This stunning conclusion to the Florentine series will take readers across Italy and…

Entrevista com o fenômeno literário, J. A. Redmerski

Hoje o blog recebe uma das autoras mais vendidas ao redor do mundo, ocupando o primeiro lugar na lista dos jornais The New York Times, USA Today e Wall Street Journal. Suas obras já foram traduzidas para mais 20 idiomas! Aqui ela bate um papo comigo sobre algumas novidades para os fãs, inspirações para a sua escrita e muito mais!



Seus trabalhos têm sido traduzido em mais de vinte idiomas. Wow, isso é definitivamente grande! Você já imaginou chegar onde está agora?
Eu sempre sonhei isso, mas eu realmente nunca imaginei o sucesso – é algo surpreendente e arrebatador!

Por que você começou a escrever? Você teve alguma inspiração por alguns autores e seus trabalhos?
Eu comecei a escrever aos 13 – romances, enfim; mas antes disso eu sempre estive escrevendo algo. Eu fui inspirada principalmente por autores como Anne Rice e Neil Gaiman, dois de meus autores preferidos.

Você tem planos para traduzir seus outros livros para o português aqui no Brasil?
Eu adoraria ter todos os meus livros traduzidos,…