Pular para o conteúdo principal

[Série Hidden Love]: da criação para a finalização


                Alguns de vocês já devem ter lido meu livro, ou não. Mas sempre bate aquela curiosidade de como os personagens foram criados, como tudo aquilo foi feito, então esse post tem o intuito de mostrar alguns passos que eu tomei até Hidden Love ter a forma que tem hoje!


~~~~

○ Livros – Série Hidden Love
○ De onde veio a inspiração?
○ Projeto inicial
○ Construção de personagens
○ Spin-off
○ Finalização


○ Livros – Série Hidden Love
                - Hidden Love: Um Amor Oculto e Seus Desastres
                - Hidden Love: Um Amor Oculto e Seus Desafios
                - Hidden Love: Um Amor Para Sempre

○ De onde veio a inspiração?
                A história de Hidden Love, primeiramente seria uma fanfic (uma história baseada em um ídolo, que no caso, na época que eu criei era o One Direction), mas havia alguma coisa com a história que eu não conseguia visualizar uma fanfic, eu enxerguei o além daquilo. Percebi que muitos autores estavam fazendo sucesso com histórias originais e me atentei a escrever uma. Afinal, não seria tão difícil se tornar escritora, eu pensei, - me iludi-.
                Foi aí que uma simples ideia de uma fanfic que seria postada no Wattpad virou uma história original (que foi publicada no Wattpad mais tarde do mesmo jeito), porém, eu imaginei que fosse mais difícil, eu já estava habituada no mundo das fanfics, e fazer uma original não era o que eu estava acostumada, mas eu tentei, eu não tinha planos para publicar.
              Logo depois que eu deixei a fanfic do One Direction de lado, eu fui pesquisar atores e atrizes que batiam em personalidade e fisionomia com os personagens que eu estava criando, e depois, tudo foi um processo de costume e aproximação com eles.
            PS: Caso você leu o livro e quer saber por que o livro se passa na Alemanha, não, nem eu sei o porquê.
       

Projeto inicial
          Hidden Love seria um livro de romance erótico, porém aos poucos eu percebi que minha escrita não leva jeito com o gênero e eu acabei moldando o romance que eu queria ler. Isso pode agradar para alguns e aborrecer outros, o que eu aprendi é seguir minha intuição, a seguir o meu gosto e não seguir porque os outros estão fazendo.
Inicialmente, a personagem principal seria o oposto do que Mary Hudson foi. Ela seria uma garota mais extrovertida, aceitaria poucas e boas, teria uma personalidade diferente. Já o admirador secreto desde o início foi o único que não mudou até o fim. Ele se manteve firme em personalidade, apenas sua fisionomia e nacionalidade foram modificadas para que se encaixasse na “originalidade” da coisa.
                O livro parecia no início estar entrando no famoso “clichêzão”, aquilo estava me incomodando real, porque ele parecia ser diversos livros ao mesmo tempo e não parecia ser genuíno, foi aí que a ideia do admirador se firmou mais ainda. Claro que a história ainda tem seu lado clichê, e como! Mas se olharmos por um lado, há algo diferente naquilo e para mim se tornou especial e de alguma forma em meus novos projetos eu quero trazer essa coisa diferente, essa coisa que muda dentre os outros livros.

Construção de personagens
                Como eu falei anteriormente, eu passei de personagens que já existiam para personagens originais, - porém, Mary Hudson seria Mary Hudson, eu só não sabia quem tomaria este lugar-, nesse processo eu me atentei a escrever, inspirando muito em atores mundialmente conhecidos. Mary Hudson, por exemplo, ela tem quase todas as características físicas de Emilia Clarke, que trabalha em Game Of Thrones. Ela tem tudo o que eu imaginava para minha personagem, ela foi fundamental para a criação dessa história, por incrível que pareça.
                Todos os amigos de Mary, o admirador, são grandes atores que foram inspirados para tomar o lugar dos meus personagens, e foi algo tão engraçado, eu pesquisei tanto sobre eles, tanto, que me tornei fã, comecei a acompanhar seus trabalhos, por mais que não tinha nada a ver com meu livro eu tentei conviver o mais perto possível.

○ Spin-off
                A ideia do Spin-off veio mais tarde, pois como eu disse, haveria apenas um livro (fanfic) sobre Hidden Love, assim que eu comecei a escrever eu senti a necessidade de uma parte dois, inclusive três, mas como acreditei que aquilo enrolaria muito e não levaria para lugar algum, eu preferi ceder o lugar de um terceiro e último livro, para esse spin-off, uma história dentro do universo da série. Eu não sei se os leitores irão gostar dessa história tanto quanto Mary e seu admirador, é uma abordagem diferente, uma linguagem diferente, algo ainda mais adolescente, mas tem um quê de diferencial, por mais que ele seja um pouquinho de clichê. Não dá para fugir do velho e antigo clichê, sinceramente.
                A história será sobre John e Amber, se você não sabe quem são isso não tem problema algum, pois você pode ler esse livro como se fosse único. Ele não parece estar dentro da série, claro que há algumas referências que só serão entendidas se você leu o primeiro livro pelo menos, fica por sua conta e risco.


Finalização
                A série Hidden Love foi uma das melhores coisas que aconteceu na minha vida, me levou à 24º Bienal de São Paulo em 2016, eu consegui com o primeiro livro no Wattpad, mais de cinco mil leituras, cem livros vendidos em formato físico, alcance do #1 lugar sendo o livro mais baixado na Amazon gratuitamente, mais de 2,5 mil leituras no kindle...

                Além das aprendizagens que eu obtive. É claro que não é um livro perfeito, e as críticas estão aí para me tornar uma escritora mais forte e mais atenta ao que eu escrevo, eu soube errar muito com o processo de publicação à leitura em um geral, isso me ajudou e me ajuda a melhorar, a me fazer encarar que eu ainda preciso de muito para chegar lá, mas enquanto isso eu tento bastante porque eu tenho muitos projetos se formando e eu quero mostrar aos leitores <3.


Quer ler o livro e a sinopse para saber mais? Basta acessar o link aqui ! 








Comentários

Postagens mais vistas

Resenha: The Roman - Sylvain Reynard

LANÇAMENTO: 06/12/2016
TÍTULO: THE ROMAN
GÊNERO: FICÇÃO, THRILLER, ROMANCE
AUTOR: SYLVAIN REYNARD
NÚMERO DE PÁGINAS: 300
EDITORA: EVERAFTER ROMANCE
IDIOMA: INGLÊS



SINOPSE
Raven e sua irmã, Cara, estão à mercê de um pequeno destacamento de vampiros florentinos, que estão entregando-as como uma oferta de paz para a temida Curia em Roma. Embora não tenha certeza de que William sobreviveu ao golpe que derrubou seu principado, Raven está determinada a proteger sua irmã a qualquer custo, mesmo que isso signifique desafiar Borek, o comandante do destacamento. Em um esforço para impedir que Raven caia nas mãos de seus inimigos, William se põe à mercê do romano, o perigoso e misterioso rei vampiro da Itália. Mas o romano não é o que ele espera ... Alianças e inimizades mudarão e se fundirão quando William luta para salvar a mulher que ama e seu principado, sem mergulhar a população de vampiros numa guerra mundial. Esta conclusão impressionante para a série florentina terá leitores em toda a Itália e além …

Review: The Roman - Sylvain Reynard

RELEASE DATE: DECEMBER 6TH
TITLE: THE ROMAN
GENRE: FICTION, ROMANCE, THRILLER
AUTHOR: SYLVAIN REYNARD
PAPERBACK: 300 PAGES
PUBLISHER: EVERAFTER ROMANCE
LANGUAGE: ENGLISH




SYNOPSIS
Raven and her sister, Cara, are at the mercy of a small detachment of Florentine vampyres, who are delivering them as a peace offering to the feared Curia in Rome.
Though she’s unsure William survived the coup that toppled his principality, Raven is determined to protect her sister at all costs, even if it means challenging Borek, the commander of the detachment.
In an effort to keep Raven from falling into the hands of his enemies, William puts himself at the mercy of the Roman, the dangerous and mysterious vampyre king of Italy. But the Roman is not what he expects …
Alliances and enmities will shift and merge as William struggles to save the woman he loves and his principality, without plunging the vampyre population into a world war. This stunning conclusion to the Florentine series will take readers across Italy and…

Entrevista com o fenômeno literário, J. A. Redmerski

Hoje o blog recebe uma das autoras mais vendidas ao redor do mundo, ocupando o primeiro lugar na lista dos jornais The New York Times, USA Today e Wall Street Journal. Suas obras já foram traduzidas para mais 20 idiomas! Aqui ela bate um papo comigo sobre algumas novidades para os fãs, inspirações para a sua escrita e muito mais!



Seus trabalhos têm sido traduzido em mais de vinte idiomas. Wow, isso é definitivamente grande! Você já imaginou chegar onde está agora?
Eu sempre sonhei isso, mas eu realmente nunca imaginei o sucesso – é algo surpreendente e arrebatador!

Por que você começou a escrever? Você teve alguma inspiração por alguns autores e seus trabalhos?
Eu comecei a escrever aos 13 – romances, enfim; mas antes disso eu sempre estive escrevendo algo. Eu fui inspirada principalmente por autores como Anne Rice e Neil Gaiman, dois de meus autores preferidos.

Você tem planos para traduzir seus outros livros para o português aqui no Brasil?
Eu adoraria ter todos os meus livros traduzidos,…